quinta-feira, 19 de março de 2009

Cordel: Princesa da Pedra Fina

"Eu vou contar
Pra você,
A história de uma princesa
Que ganhou do pai, o rei
A pedra fina e bonita
E os homis da redondeza
Com ambição e avareza
Quisero robar a pedra
Pra tomar-lhe a realeza."
Era assim que eu ouvia meu tio Vicentino cantar com a sua viola afinada nas noites enluaradas...

8 comentários:

Gosto que me enrosco disse...

Uma preciosidade esse cordel, meu pai já me falava dele.Tenha um bonito final de semana!

VANUZA PANTALEÃO disse...

Um resgate cultural muito importante. Você precisa divulgar mais esse trabalho. Parabéns!!!

Efigênia Coutinho disse...

Severino Cordelista
Boa noite, que coisa boa encontrar seu espaço dedicado ao CORDEL, eu sou uma admiradora desta arte poética, e até recebi um Cordel de presente do Cordelista GUSTAVO DOURADO.
Meus cumprimentos para voc6e, sua obra é espaecial,
Efigênia Coutinho

O Profeta disse...

A palavra é semente
Que floresce na luz de cada alma e enternece
Às vezes é doce veneno
Às vezes taça de cidra que o peito aquece

Ser Poeta é tanto, tão pouco
É transformar em crentes os ateus
É domar todas as tempestades da alma
É estar mais perto de Deus


Abraço

O Profeta disse...

Para que a terra não trema
Para que esta Ilha seja de boa guarida
Mil e muitas ave-marias
Para iluminar tanta alma perdida

Em meu peito bate a fé
Sou um caminhante de muda revolta
Olhos presos a este manto verde
Alma que se ergue e fica solta


Boa Páscoa


Abraço

O Profeta disse...

Ó chamateia que fala da saudade
Ó canção que pões um brilho nos olhos
Ó mulher que tens a forma da viola
Ó que espalhas paixões aos molhos

E o cantar da meia-noite
A todos encanta e seduz
Cantar até que morra a voz
Cantar até que haja luz


Boa semana


Abraço

Efigênia Coutinho disse...

Severino Cordelista, venho agradecer a sua gentil mensagem em meu espaço cultural, é uma grande honra receber sua pessoa, e seja um seguidor dos meus Blogs, pois assim seremos mais lidos e conhecidos neste universo de versos, e como grande apreciadora do Cordel, faço questão de sua companhia em meus Blogs, com admiração,
Efigênia Coutinho

VANUZA PANTALEÃO disse...

Olha, Severino, gostei da tua visita, mas faça um cordelzinho para nós, as mães, pode ser?Bjsss